Por Lu Valim, em 27 de março de 2014 – Receitas Fit.
Risoto Fit

Colunista: Carla Fuganti

Super na dieta, para quem está cansado do frango de todo dia, aí vai uma maneira gostosa de comer a mesma coisa, mas de modo diferente!!!
Sim, eu penso em comida o dia todo e assim, vou adaptando as comidas com o que esta na dieta!!!
Vamos a receitinha do Risoto integral de frango e brócolis! Super fácil de fazer, você pode adaptar as quantidades da sua dieta, ok?

Receita1
Ingredientes:

  •  150g de frango cozido e desfiado;
  • 100g de arroz integral cozido – deixar ficar bem mole, tipo papa (usei o arroz e o frango já prontos da Vapza pela praticidade);
  • 1 cl. de sopa de molho de tomate (uso tomate pelado, mas fiquem ligados no rótulo pois a quantidade de sódio varia muito de uma marca para outra);
  • 1 cl. sopa de cottage LACFREE;
  • 1/2 xic. de brócolis cozidos;
  • temperos a gosto (usei salsinha e cebolinha frescos, alho, sal light e lemon peper).

 
Preparo:
 
É só misturar o frango, o cottage, o molho de tomate e os temperos e colocar no micro por 2 min. ▶️ Em uma frigideira anti- aderente, colocar o frango, o arroz e o brócolis, misturar bem, até dar a consistência de risoto.

Está pronto!
Gostoso e super fácil de fazer!!!!

Instagram da Carla: @carlafuganti

Blog: www.carlafuganti.com.br

Por Lu Valim, em 26 de março de 2014 – Coluna Fitness.
Hipertrofia x Flexibilidade

Colunista: Raphaela Laus

Treino de Hipertrofia diminui a flexibilidade?

Toda academia existe um “maromba”, rapaz ou garota forte, com uma massa muscular considerável. Alguns e quase a totalidade deles encurtados, e automaticamente nosso pensamento segue a linha de raciocínio de que o treinamento resistido (musculação) faz a perda da flexibilidade. Vamos por partes:

Toda capacidade física pode ser treinada. Consideramos a força e a flexibilidade como uma das várias capacidades físicas, se treinadas adequadamente dentro de uma periodização consciente de treinamento, conseqüentemente ela pode alcançar êxitos de acordo com o objetivo de cada um.

Estudos recentes apontam que a carga aguda do alongamento muscular passivo realizado anteriormente a exercícios que demandam força pode diminuir a eficácia do último. Vamos nos limitar aqui ao treinamento resistido (musculação), já que esse é o maior estímulo para o aumento e a manutenção dos músculos. Os mesmos estudos podem ser aplicados para diversas formas de treinamento e podem apresentar resultados diferentes.

O alongamento é associado geralmente ao aquecimento indicado ao pré-treino, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra! O aquecimento prepara a musculatura, as articulações, os tendões para a realização do treinamento de força, bem como preparar o sistema cardiovascular e pulmonar para a atividade em questão, com o objetivo de prevenir lesões por seus fatores fisiológicos. O alongamento consiste em uma manobra utilizada para aumentar a mobilidade dos tecidos moles, aumentando assim a amplitude do movimento, porém as reações fisiológicas das fibras musculares não encontram respaldo em provas científicas para apoiar essa prática previamente a exercícios de força com o intuito de prevenir lesões. É provado que quanto maior a flexibilidade do indivíduo menor é o risco de lesão, porém nada se comprova em termos de realização do alongamento passivo previamente a exercícios de força.

O alongamento quando realizado após a atividade física nas quais as fibras musculares sejam recrutadas durante um determinado tempo tem por finalidade evitar o encurtamento muscular. O encurtamento do sistema muscular gera desestabilização da postura, utilização de fibras musculares compensatórias, compressão das fibras nervosas, aumento das incidências de cãibras e dor, além de prejuízo da técnica dos movimentos.

Quando realizar o alongamento?

Como bailarina durante alguns anos, minha flexibilidade diminuiu drasticamente pela falta da prática do alongamento quando iniciei meus treinos com musculação. Para a melhora da flexibilidade utilizei a seguinte estratégia: extingui o alongamento antes do treino e após. Como meu treino se finda na musculação o grupo muscular que trabalhei no dia só realizo a prática de um bom alongamento (dedicando um determinado tempo para isso) no dia seguinte. O importante é não parar com treino de alongamento, mas colocá-lo nos períodos corretos da periodização, para assim não influenciar negativamente a hipertrofia.

É importante ressaltar que existem muitos mitos ainda arraigados no meio da musculação e conseqüentemente no meio da Educação Física, todos os dias novas pesquisas estão surgindo, e o que está provado hoje pode ser reprovado amanhã. Lembre-se que seu corpo e organismo são únicos, então tudo é tentativa de acertos e erros. Apoiar uma forma de trabalho traz credibilidade a seu estilo de treinamento (aos profissionais em geral), mas estar aberto a novas idéias e ter o conhecimento de novos estudos além de enriquecer pode ser seu diferencial!

Procure sempre a orientação de um profissional capacitado!

Instagram da Rapha: @raphalaus_personal

Facebook: Rapha Laus

Por Lu Valim, em 25 de março de 2014 – Receitas Fit.
Leantella

Colunista: Bia Nauiack

Passei a semana fazendo testes de doce de avelãs com chocolate, até acertar o que achei de melhor paladar… Espero que provem e aprovem! Dependendo dos ingredientes que vocês usarem, fica mais ou fica menos calórico. Testem e me contem!!!!

LEANTELLA

Ingredientes

  • 2 xícaras de avelãs (aproximadamente 200g)
  • 30g a 40g de chocolate 70% cacau derretido (aqui você pode optar por chocolate sem lactose, ou por chocolate ao leite, ou mesmo colocar 20g de um tipo e mais 10g de outro, conforme seu paladar)
  • ¼ de xícara de mel (ou agave, ou maple syrup, ou açúcar)
  • ½ copo de leite vegetal, usei leite de arroz
  • 1 pitada de sal
  • ½ colher de chá de essência de baunilha (também testei com essência de amêndoas e ficou uma delícia!)
  • 1 colher de sobremesa de óleo de coco

 

Preparo:

  • Torre as avelãs no forno entre 8 a 10 minutos. Com as avelãs ainda quentinhas, retire as casquinhas, ela devem sair com bastante facilidade. Algumas avelãs poderão ficar com um pouquinho da casca ainda, use-as assim mesmo.
  • Coloque as avelãs no processador de alimentos, para formar uma pasta. Essa parte do processo pode ser um pouco demorada.
  • Acrescente o óleo de coco e continue batendo até o óleo incorporar a pasta.
  • Acrescente agora o restante dos ingredientes e bata até ficar uma pasta homogênea.
  • Está pronta sua Leantella! Use-a no pão, na tapioca, pode comer de colher e até enrolar se preferir, acrescente menos leite neste caso.

 

Não sobrou Leantella aqui em casa para contar história, mas eu conto para vocês… A Leantella que mais gostei foi com essência de amêndoas e chocolate 70% cacau, mas as pessoas aqui de casa gostaram da de baunilha e com mistura de chocolate 70% cacau e ao leite. Ah, e se quiser uma pasta mais cremosa, basta adicionar mais óleo de coco.

Divirtam-se com suas escolhas e me contem!

Bia . Eat Lean
IG @eatlean
eatlean@hotmail.com

Por Lu Valim, em 20 de março de 2014 – Coluna Nutricional.
Acqua Floral

Olá pessoal!

Estar atenta às novidades, técnicas e terapias que possibilitem equilíbrio, bem estar e energia, é prioridade na minha vida e também no meu trabalho.
Água é fonte de vida. E “água” associada à “essências” com o poder de transformar emoções e pensamentos negativos em alegria de viver, coragem, segurança e tranquilidade, então, é algo espetacular!!!
Quero apresentar a todos vocês o “Acqua Floral“. Essa é a primeira e única bebida floral do mundo! Que proposta inovadora, não? É preparada com os florais originais de Bach, importados da Inglaterra. Acqua Floral veio agregar à água mineral, os benefícios dos florais e a praticidade de tê-los sempre à mão, no dia a dia, repondo nossas energias , proporcionando-nos vitalidade e ajustando nosso equilíbrio.

O Acqua Floral é uma mistura de água mineral, Floral Rescue Remedy, Floral Holly e contém o aroma de lichia. Em situações de desconforto (como ansiedade, aborrecimento no trânsito, nervosismo, Tpm), eu tenho tomado a minha garrafinha de Acqua Floral e a mesma tem se mostrado muito eficiente para esses casos.
Além do sabor me surpreender, eu sempre achei muito interessante o fato dos florais atenderem a todos os desequilíbrios emocionais que uma pessoa pode ter, como medo, falta de confiança, solidão, incertezas… Eu já tive experiências extremamente positivas com florais, portanto, considerei a ideia do Acqua muito oportuna por associar os florais nessa bebida!


Os florais provindos de flores com padrão energético elevado não são remédios e não apresentam efeitos colaterais. Portanto, é uma bebida sem restrições no uso. Você pode tomar Acqua Floral como qualquer outra bebida, podendo ser consumida durante uma refeição, exercício físico, trabalho, estudo ou antes de dormir.
Acqua Floral veio para equilibrar o lado emocional do seu consumidor, auxiliá-lo no controle da ansiedade, do estresse, da raiva e das preocupações. Os adeptos deste produto sentem-se mais tranquilos e com mais disposição para viver com equilíbrio e harmonia.
Harmonia é palavra de ordem! Incorpore ” Acqua Floral” no seu dia a dia, elevando assim a energia do seu corpo e inundando-o com as belas vibrações da natureza.

Eu já sou uma consumidora fiel. Aprovo e indico! :D

Para compras online: clique aqui. Caixa com 12 unidades – Frete grátis para todo o Brasil.

Pontos de venda:  clique aqui.

Redes sociais: Facebook, Instagram, Pinterest e Twitter.

Por Lu Valim, em 19 de março de 2014 – Coluna Nutricional.
Como deve ser a hidratação durante a atividade física?

Colunista: Melissa Santos

A água é um dos nutrientes mais importantes para quem pratica atividade física.

A quantidade de água que o praticante de atividade física precisa consumir pode estar além das necessidades sentidas pelo mecanismo da sede. Em resumo, quando você sentir sede, seu organismo já está desidratado.

Mantenha-se sempre bem hidratado, principalmente quando o exercício for praticado em dias muito quentes ou sob o sol!

Você pode seguir o seguinte plano de hidratação:

As orientações acima não são personalizadas, por isso um Nutricionista deve ser consultado para maiores informações.

Nutricionista: Melissa Santos – CRN 1426
melinutri@gmail.com
(41) 3015-4431 / (41) 3285-3449

Especialista em Nutrição Esportiva, Fisiologia do Exercício, Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia Funcional.

Página 1 de 3123