Por Lu Valim, em 25 de novembro de 2014 – Receitas Fit.
Nuggets de couve-flor

Colunista: Bia Nauiack

Sempre fiquei de olho nesses nuggets de couve-flor, normalmente eles seriam fritos, mas resolvi faze-los assados… e deu muito certo!
Não fica aquele gosto forte de couve-flor, podem testar. O segredo está nos temperos!

NUGGETS DE COUVE-FLOR

Ingredientes:

  • 1 pé de couve-flor
  • 1 ovo
  • 1 dente de alho amassado
  • ½ xícara de farinha sem glúten
  • sal a gosto
  • 60 gr de queijo parmesão ralado
  • 60 gr de queijo mozzarella ralado
  • temperos a gosto, usei uma mistura de alecrim, salsinha, coentro e cebola, todos desidratados
  • para decorar: chia ou linhaça

Preparo:

  • Cozinhe a couve-flor e retire sua água, espremendo-a o máximo que conseguir. Processe-a até ficar em flocos.

 

  • Deixe esfriar.
  • Misture na couve-flor, o sal, o alho e os temperos. Depois misture a farinha, o ovo, e os queijos, formando uma massa. Eu misturei os ingredientes no processador.
  • Forme os bolinhos de nuggets, usando o formato que você preferir.
  • Unte uma fôrma com manteiga ghee e coloque os nuggets sobre ela.

  • Sobre os nuggets, coloque chia ou linhaça.
  • Pré aqueça o forno a 180C por 10 min.
  • Asse por 40 minutos ou até dourar.

 

Estão prontos nossos nuggets!


Sirva com o molho que você preferir, eu servi com mostarda, ketchup e maionese… Mas na próxima vez vou servir com bionese (maionese de biomassa) que é bem mais saudável!
Beijos,

Beijos, Bia . Eat Lean . IG @eatlean
eatlean@hotmail.com

Por Lu Valim, em 23 de novembro de 2014 – Dicas Ideais.
Esmaltes Hipoalergênicos

Olá, pessoal!

Sexta-feira, quando fui ao Pietra Nail Bar, me deparei com o esmalte da marca Butter London e descobri que esse é um esmalte 3-free.
Isso significa que essa marca possui esmaltes livres de Tolueno, Formaldeído e DBP (substâncias tóxicas) em sua composição. Para as gravidinhas e para pessoas que não tem tolerância a esses componentes, a alergia pode desencadear ao primeiro contato.

Existem várias marcas de esmaltes importados e nacionais que possuem linhas de esmaltes hipoalergênicos: Granado, Hits, Butter London, Colorama, Make B, OPI, MAC, Impala, Risque, Anita, Priti, Revlon, entre outras.

Meu esmalte escolhido foi da marca Butter London:

O que acharam?

Eu particularmente amei esse tom! E para quem sempre pergunta sobre como consigo manter minhas unhas nesse comprimentos, a  resposta está aqui:

 

Essa é a base fortalecedora Curvas Ideais que venho usando há tempos! É indicada para unhas frágeis, descamadas e com fissuras, e contém ativos que promovem o fortalecimento das unhas, deixando-as com aspecto saudável. NÃO CONTÉM FORMOL.
Foi desenvolvida pela Danafarma Farmácia de Manipulação e pode ser adquirida aqui: store.curvasideais.com.br

Show, né?

Um beijo e ótima semana!

Lu Valim

 

Por Lu Valim, em 20 de novembro de 2014 – Coluna Fitness.
Treinamento de Membros Superiores para mulheres

Reformular uma nova ideia de proposta das pesquisas contemporâneas não tem sido uma tarefa fácil. É preciso persistir para que um novo padrão se estabeleça reprovando antigas propostas de trabalho. Isso explica a resistência a novas e mais eficientes formas de treinamento atualmente aplicadas.

O público feminino sempre ressalta o medo de uma estética masculinizada, imagem essa associada à musculação pela sociedade em geral. Além do fator subjetivo do “não gostar” do treinamento para membros superiores, o receio do volume muscular acentuado é um dos fatores que mais impedem o progresso da intensidade e consequentemente de resultados satisfatórios com a estética corporal.

O treinamento contra resistido é basicamente um método de hipertrofia muscular que de acordo com o estímulo aplicado pode ser tensional ou metabólico. Perder o medo desse termo “hipertrofia” é o primeiro passo para se iniciar um programa de treinamento eficiente (aviso às mulheres). O processo de hipertrofia muscular consiste em pequenas rupturas das fibras gerando um aumento da síntese proteica resultado assim em um aumento da massa muscular. Esse fator produz alterações metabólicas que favorecerão a diminuição do percentual de gordura. Musculação emagrece! E acredite, quanto menos tempo permanecer na academia, mais resultados irá obter. Ou seja, quanto mais intenso for seu treino, menos tempo você ficará dentro de uma sala de musculação. Essa intensidade não consiste no “levantamento de peso”, mas sim estimular as fibras musculares à falha dentro do condicionamento físico de cada um. Não existe um melhor estímulo, seja ele metabólico ou tensional. Experimente um e outro, cada corpo responderá de uma maneira diferente, muito irá depender também da periodização de um treinamento elaborado por um profissional da área.

O fator que leva a masculinização das curvas femininas está além das salas de musculação, mulheres em geral produzem uma quantidade menor do hormônio testosterona do que os homens, esse responsável também pelo aumento do volume muscular gerando o aumento da síntese proteica das células musculares durante o processo de recuperação (anabolismo). O ganho de massa não é tão fácil como muitos pensam, homens que naturalmente produzem mais testosterona que as mulheres em geral possuem dificuldades para o aumento de volume, e isso requer uma disciplina não somente nos treinos, mas principalmente na dieta alimentar, uns mais que outros devido ao biótipo, o que popularmente chamamos de “genética”. Mulheres terão no mínimo o dobro da dificuldade para o ganho de massa muscular, e com certeza não será o simples treino de membros superiores que será o responsável por esse fato.

Negligenciar a porção superior do corpo pode ir além do simples receio, pode ser motivo de lesões pela falta de fortalecimento na região. Imagine um treino de membros inferiores em que se incluam exercícios livres como: stiff, agachamentos, levantamento terra etc. Haverá uma sobrecarga de grupos musculares dos membros superiores aumentando o risco de lesões nessas regiões.

#DicaDaPersonal
Musculação. Treinos curtos e de curta duração, evite passar mais de 50 minutos, suas fibras devem ser estimuladas até o limite. Sim! O ganho de massa muscular (volume) será o balanço calórico estabelecido por uma dieta alimentar equilibrada ao seu objetivo, treinamento correto e descanso dosado. Seu corpo é diferente de todos, o acompanhamento com um bom profissional será imprescindível para resultados satisfatórios. Um aluno atleta é diferente de um que procura qualidade de vida, outro que procura emagrecimento é diferente do que procura hipertrofia, cada treino é um treino, cada caso é um caso, assim como cada digital é única. Muito do que se ouve não é a realidade, os estudos estão aí para provar isso, o que acontece por trás dos bastidores ninguém sabe, é preciso ter prudência para acatar o que for bom e descartar o que for ruim. Mulheres, podem pegar os halteres, barras e anilhas, torneando tríceps, bíceps, deltoides, desenhar as costas, porque se sua dieta estiver de acordo com seus objetivos, o treinamento irá resultar em um corpo magro, definido, e o mais importante: simétrico.

Instagram da Rapha@raphalaus_personal

E-mail: rapha.laus@hotmail.com

Por Lu Valim, em 17 de novembro de 2014 – Receitas Fit.
Mini Panquecas

Colunista: Bia Nauiack

Oi! Vamos aproveitar que os enjoos da Lu passaram e fazer uma comidinha bem gostosa e saudável!

Como também estou grávida (de 7 meses) e ávida para comer um sushi, mas estou restrita aos sushis cozidos, resolvi fazer umas mini panquecas e serví-las em forma de sushi… Enganando os olhos e fazendo passar um pouco a vontade de um sushi.

Mini Panquecas

  • 2 bananas bem maduras

  • 3 ovos

  • 1 colher de sopa de chia ou linhaça

  • 1 colher de chá de canela ou pumpkin spice

  • açúcar de coco, se achar necessário – quanto mais maduras as bananas, menor será a necessidade de açúcar

  • geleia a gosto, eu fiz com geleia crua de framboesa – já ensinei a fazer por aqui…

 

 

PREPARO:

No mixer ou no liquidificador, misture as bananas e os ovos – eu usei o mixer. Acrescente a chia ou a linhaça e a canela ou o pumpkin spice, e misture bem.

Unte uma panquequeira ou uma frigideira com óleo de coco, se achar necessário e derrame um pouco da massa. Quando estiver cozida de um lado, vire a massa para cozinha-la do outro. Faça isso com toda a massa, dividindo-a em partes.

Essa receita rendeu 5 discos de panquecas aqui em casa.

Passe, em um dos lados, nos discos de panquecas, o recheio de sua preferencia, pode ser geleia, pasta de amendoim, doce de leite…, enrole e corte do tamanho que preferir.

Sirva ainda quentinho, fica uma delícia com um bom café!

Beijos, Bia . Eat Lean . @eatlean

Por Lu Valim, em 14 de novembro de 2014 – Coluna Nutricional.
Benefícios da amamentação

Colunista: Nutricionista Melissa Santos

Para as mamães que estão a espera do seu anjinho e também para aquelas que já estão na fase de amamentação. Agora é a hora de pensar em como alimentar o seu bebê. A única fonte alimentar para os primeiros 4 a 6 meses será o leite. Suas opções são: amamentar no seio ou na mamadeira. O seio é o mais recomendado para o seu bebê.

1) Leite do seio:

Existem numerosos benefícios para o bebê em seu primeiro ano de vida, dentre eles:

  • É o alimento ideal para o crescimento e desenvolvimento. Possui as quantidades apropriadas de carboidratos, proteínas, gordura e outros nutrientes para o bebê;
  • Está sempre fresco, morno, livre de bactérias e pronto para beber;
  • Contém anticorpos que melhoram o sistema imunológico, protegendo o bebê contra infecções;
  • É mais facilmente digerido;
  • O bebê tem menos chance de ser alérgico ao leite materno, principalmente se consumiu o colostro (a primeira secreção do seio após o parto);
  • O bebê é menos propenso a ser alimentado em excesso;
  • É mais barato. Você não tem que comprar mamadeiras e fórmulas (leite em pó);
  • É mais fácil. Você não tem que lavar mamadeiras e bicos, e preparar leite de fórmulas;
  • Ajuda o útero a voltar ao tamanho normal;
  • Usualmente não tem desperdício;
  • Quase todas as mulheres são capazes de amamentar no seio;
  • Menos risco de câncer de seio para você;
  • Promove ligação entre você e o seu bebê. Dá a vantagem psicológica ao bebê de se sentir amado e querido durante este período importante de sua vida.

2) Leite de fórmulas na mamadeira:

A mamadeira pode ser necessária para prematuros e em famílias onde o leite materno não está disponível. Também pode ser uma questão de escolha pessoal.

Nutrição durante a amamentação no seio:

Se você está amamentando seu bebê no seio, suas necessidades nutricionais são similares àquelas de durante a gestação. De fato, sua necessidade de caloria é ainda maior agora. Um pouco das calorias que você armazenou durante a gestação serve para a produção de leite. Fazer dietas restritivas não é recomendado enquanto você estiver amamentando. A restrição calórica durante as primeiras semanas de lactação pode reduzir a sua produção de leite. Após essa produção estar estabelecida, uma perda de peso gradual normalmente não interfere não interfere na amamentação.

1) Sugestões:

Selecione uma grande variedade de alimentos.
Beba bastante líquidos, 8 a 10 copos por dia (sucos, sopas, água, leite, etc.).
Para obter calorias extras necessárias, faça pequenos lanches freqüentemente.
Continue a ingerir o suplemento de vitaminas e minerais.
Evite álcool e cafeína. Eles passam do seu leite para o bebê.
A maioria dos medicamentos passa do leite para o bebê. Sempre verifique com o seu médico antes de tomar qualquer medicamento.

2) Para o bebê:

Pelo fato do estômago do bebê ter o tamanho de uma bola de pingue-pongue ao nascimento, ele pode tomar somente uma pequena quantidade de líquido. Desta forma, ele precisa ser alimentado freqüentemente (a cada 2 a 3 horas) durante as primeiras semanas. Gradualmente, as alimentações irão ficar mais distantes. O leite do seio fornece os nutrientes adequados para nutrir o seu bebê até 4 a 6 meses de idade. Após esse período, você poderá introduzir os alimentos sólidos.
Uma vez que seu bebê começa a se alimentar com alimentos sólidos, lembre-se que você ainda deve alimenta-lo com leite do seio ou de fórmula durante o primeiro ano inteiro.

QUANTIDADE E NÚMERO DE ALIMENTAÇÕES COM LEITE MATERNO:

2) Para melhorar o intestino preso de seu bebê:

Dê uma pequena quantidade de água entre as alimentações.
Experimente dar, entre as alimentações, uma colher de sopa de suco de ameixa seca, misturado com 120 a 240ml de água.
Não use Karo, xarope de milho, e principalmente, o mel no primeiro ano. Eles podem causar botulismo, que é devido a uma toxina alimentar. Isto pode ser fatal ao bebê.

Em breve, trarei mais dicas para vocês! ;)

Melissa Santos – CRN 11711

melinutri@gmail.com
Especialista em Nutrição Esportiva, Especialista em Fisiologia do Exercício, Especialista em Nutrição Clínica Funcional e Especialista em Fitoterapia Funcional.

 

Página 1 de 212