Por Lu Valim, em 28 de abril de 2014 – Coluna Fitness.
Musculação feminina

Colunista: Rapha Laus

Vamos quebrar paradigmas já! O receio da maioria das mulheres na prática da musculação é sempre a mesma: ganhar um volume de massa muscular em que pareçam mais representantes do sexo masculino do que mulheres. Stop!

Das inúmeras diferenças fisiológicas entre mulheres e homens, basicamente está a questão hormonal, na quantidade de testosterona e GH (hormônio do crescimento) produzido pelo organismo. Mulheres produzem baixos níveis de hormônios masculinos, cerca de 10 vezes menos, o que significa dizer que para ganhar massa muscular as mulheres têm muito mais dificuldade do que os homens. Por que achar que praticando a musculação será sinônimo de se tornar uma representante do culturismo na categoria psysique? Não existe fundamento!

A matemática no treinamento não funciona, seus músculos não sabem contar, os números servem apenas como parâmetro. Grave a chave da musculação: treino intenso, alimentação adequada e descanso. A maioria das mulheres querem definição muscular, e eu digo que isso vai depender quase basicamente da sua dieta do que do tipo de treinamento realizado, a dieta tem que estar de acordo com as necessidades fisiológicas do seu organismo, principalmente em carboidrato e proteína, além de vitaminas e minerais. Qualquer restrição irá refletir no seu corpo, no ganho ou perda de massa magra. O combustível utilizado irá repercutir em como seu veículo, o corpo irá caminhar. Abomine o clichê de altas repetições com baixos níveis de carga para a definição muscular, já foi ultrapassado.

Comum o objetivo dentro das academias por parte do público feminino: “quero ganhar um pouco mais de Massa Muscular nas coxas e glúteos”.

O segredo? Seus músculos crescem no descanso! A recuperação é individual, objetivamente de 48 a 72 horas após o treino. Um treino de uma hora e meia é muito tempo, principalmente em se tratando de hipertrofia. Os hormônios responsáveis pelo aumento da musculatura atingem seu pico por volta de 20 a 30 minutos de treino intenso. Após uma hora esses níveis caem drasticamente e entram em ação hormônios catabolizadores como o cortisol. Se o objetivo é priorizar uma determinada parte do corpo, priorize no treinamento isso, separe um ou dois treinos na semana somente para essa parte do corpo. Não treine todos os dias o mesmo grupo muscular porque não irá surtir os efeitos desejados de hipertrofia, e conseqüentemente nos níveis de massa magra. Particularmente eu não entendo como se manter 3 horas dentro de uma academia em níveis de estímulo muscular. Quanto de estímulo realmente é dado ao músculo nesse período? Se um treinamento intenso de 30 minutos de anterior de perna eu consigo quase cair nas escadas, como fazer 452 aulas depois de um treino intenso?

Segredo: treine intenso, treine até o limite, treine com vontade. Independente se você começou ontem ou treina há 10 anos. Sou contra ao treino de adaptação que todos fazem quando se matriculam em uma academia, salvo pelo costume da técnica e biomecânica do exercício, respeitando contudo os níveis de condicionamento físico do indivíduo. Existem dois motivos que me fazem ser contra: 1) os estímulos realizados recrutarão fibras de resistência, ao passo que quando a pessoa colocar carga irá sentir as dores da mesma maneira por recrutar fibras de força, apesar das fibras de resistência serem recrutadas em menor grau. 2) É preciso estímulo para iniciar um treinamento, principalmente no início, é preciso tomar gosto pelo novo hábito adquirido. Os maiores índices de desistências nas academias estão nos 3 primeiros meses.

Qualquer técnica de treinamento funciona! Não extrapole os limites da recuperação (limiar catabólico), respeite as relações volume x intensidade no treino; o descanso suficiente e a dieta. Jogo aberto!

Mulheres, não é necessário ter receio de um treino pesado, intenso. Os atletas de culturismo são atletas de ponta como qualquer outro, seguem uma rotina disciplinada de treino, suplementação e uma dieta por vezes restritiva e rigorosa. Inicie com novos focos o treinamento, disciplina e paciência para alcançar os objetivos, você não muda seu corpo da noite para o dia, respeite seu processo, novos hábitos são incluídos aos poucos. A musculação está longe de ser uma prática masculina, foi feita para mulheres com força de caráter e determinação. ;)

Instagram da Rapha: @raphalaus_personal

E-mail: rapha.laus@hotmail.com

5 comentários sobre o Post Musculação feminina


  1. Alda Oliveira

    Gostaria de parabenizar a excelente matéria!
    Musculação é uma atividade física que nos deixa em duvidas em diversas áreas, principalmente dentro das academias. Profissionais como vocês nos deixa satisfeitas em acompanhar seus seus blogs. bjuss!!!

    Responder
  2. odete silva

    Estava pensando hoje em começar musculação,uma necessidade que estou observando a algum tempo e quanto mais idade mais necessitamos de músculos fortes. Certo ? A matéria veio em boa hora. Muito esclarecedora e prática.

    Responder
  3. Rapha Laus

    Sinto uma imensa satisfação pelo reconhecimento do meu trabalho e pelo carinho!

    Em resposta a sua pergunta Odete, realmente conforme a idade aumenta-se a necessidade da prática da musculação, visto que essa é a melhor maneira de evitar o ápice degradação muscular ocorrida pela idade.

    Responder
  4. Ana

    Parabéns, Rapha Laus, pela maneira como redige e explana os assuntos. Adoro ler suas postagens. É uma pena não morar em Ctba. Gostaria muito de ser acompanhada por uma profissional como você!

    Responder
  5. MarysiaK

    Od jutra zaczynam odchudzanie, kto sie odchudza ze mną? Nie będzie lekko ale trzeba się wziąć za siebie. Mam już dobry plan na odchudzanie, wszyscy którzy są chętni proponuje zacząć od wipisania w google – xxally radzi jak szybko schudnąć

    Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado