Por Lu Valim, em 4 de dezembro de 2014 – Coluna Fitness.
Musculação para gestantes

Colunista: Rapha Laus

Continuar com um programa de treinamento de musculação durante o período gestacional é uma pergunta frequente para mulheres nesse período e também para aquelas que planejam engravidar. Como manter as curvas ideais para que após o parto elas ainda estejam no mesmo lugar?

Fato é que para a realização de qualquer atividade física é recomendado uma avaliação médica. Para uma gestante que já pratica exercícios, a musculação nesse caso só trará benefícios quando realizada com cautela dentro de uma periodização e uma gestação de baixo risco. Entendendo a individualidade biológica, que varia de pessoa para pessoa, cada caso é um caso, e o bom senso funciona na maioria deles. Para uma gestante é necessário que não haja grandes alterações na frequência cardíaca, um aumento significativo dessa, assim a intensidade do treinamento deverá ser diminuída, e isso pode ser alterado na relação volume x intensidade, ou seja, na carga utilizada (contra – resistência) e o tempo de intervalo entre as séries. O treinamento deverá ser medido e calculado de acordo com o condicionamento físico de cada uma, respeitando assim o aumento abdominal.


Atualmente muitos ainda acreditam que a atividade física deve ser suspensa nos três primeiros meses de gestação, porém já foi comprovado que os exercícios não têm influência na indicativa de abortos espontâneos, motivo pelo qual a restrição da atividade era feita na maioria das mulheres.
Atividades que exijam impacto, como a corrida, ou esportes coletivos como basquete, entre outros, deverão ser extintos durante o período gestacional, visto o grande risco de acidentes. Nos meios de comunicação atualmente têm se difundido uma matéria de treinamento de alta intensidade com cargas para gestantes, o que pode ser altamente perigoso comprometendo o período gestacional.

Se a gestante nunca praticou atividade física, iniciar um programa de atividade física durante a gravidez não é recomendado, salvo indicações médicas para a saúde da gestante. A musculação quando realizada de maneira segura pode ser extremamente eficaz nos benefícios durante a gestação, como: melhora da circulação sanguínea diminuição de edema, diminuição da sobrecarga nas articulações, diminuição das dores lombares e musculares. Além desses benefícios, quando realizada durante o período gestacional, a atividade física irá promover o retorno mais rapidamente da estética após o parto.

Qual período gestacional a atividade física deverá ser interrompida?
Salvo caso de restrição médica, a atividade física poderá ser realizada até nas semanas finais de gestação, respeitando sempre as limitações físicas e fisiológicas de cada gestante. Em muitas gestantes, os médicos recomendam interromper os exercícios no 8° mês de gestação, visto as chances de imprevistos nesse período.

#Dica da Personal:
As curvas irão mudar! É importante que a gestante vivencie essa fase estabelecendo hábitos saudáveis, que vão refletir para ela e para o bebê. Não só na atividade física, como na alimentação e nas horas de sono. Muitas mudanças hormonais são comuns acontecerem nesse período, estabelecer um equilíbrio emocional em atividades que promovam o bem-estar e saúde irá contribuir significativamente para melhora física e mental da gestante. A musculação é uma excelente opção de um exercício físico por ser uma atividade de baixo impacto, porém atividades como caminhada, hidroginástica, e ginástica localizada sem impacto são também boas opções. O mais importante é manter seu corpo e sua mente saudáveis!

Rapha Laus –   Instagram @raphalaus_personal.

E-mail: rapha.laus@hotmail.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado