Por Lu Valim, em 28 de abril de 2014 – Moda e Beleza.
Está frio, mas nem tanto!

O que usar?

As saias combinadas com blusas mais quentinhas são boas apostas pro outono. Os coletes são perfeitos para os dias como esses e ainda vão te deixar cheia de estilo! Aposte nos coletes de pelo sintético, são tendências dessa estação.

Hoje vou trazer pra vocês duas sugestões de looks da loja DI LUSSO. Pra quem ainda não conhece, é uma loja multimarcas de Curitiba/PR (vende para todo o Brasil), recheaaaada de opções para mulheres estilosas!

Vamos conferir as minhas escolhas?

moda3

Um charme, né?

Destaque para a make linda da minha amiga, Lê Kosinski:

Fiquei apaixonada por essa combinação!

Agora vejam como o Tricot também caiu super bem com essa saia estampada:

moda6

Ta aí uma peça que tem que ter no closet feminino: tricot!

É tão bom brincar com a moda, pois podemos usar a mesma peça em diferentes ocasiões! Esse look não ficou com um ar super moderninho? Totalmente despretensioso e super charmoso! Eu adorei! :)

Vocês gostaram das combinações?

 

Make: Leticia Kosinski

Fotografia: Elaine Brustolim

Look completo: DI LUSSO  - Av. Manoel Ribas, 812 – Mercês, Curitiba – PR (41) 3077-3560

 

Por Lu Valim, em – Coluna Fitness.
Musculação feminina

Colunista: Rapha Laus

Vamos quebrar paradigmas já! O receio da maioria das mulheres na prática da musculação é sempre a mesma: ganhar um volume de massa muscular em que pareçam mais representantes do sexo masculino do que mulheres. Stop!

Das inúmeras diferenças fisiológicas entre mulheres e homens, basicamente está a questão hormonal, na quantidade de testosterona e GH (hormônio do crescimento) produzido pelo organismo. Mulheres produzem baixos níveis de hormônios masculinos, cerca de 10 vezes menos, o que significa dizer que para ganhar massa muscular as mulheres têm muito mais dificuldade do que os homens. Por que achar que praticando a musculação será sinônimo de se tornar uma representante do culturismo na categoria psysique? Não existe fundamento!

A matemática no treinamento não funciona, seus músculos não sabem contar, os números servem apenas como parâmetro. Grave a chave da musculação: treino intenso, alimentação adequada e descanso. A maioria das mulheres querem definição muscular, e eu digo que isso vai depender quase basicamente da sua dieta do que do tipo de treinamento realizado, a dieta tem que estar de acordo com as necessidades fisiológicas do seu organismo, principalmente em carboidrato e proteína, além de vitaminas e minerais. Qualquer restrição irá refletir no seu corpo, no ganho ou perda de massa magra. O combustível utilizado irá repercutir em como seu veículo, o corpo irá caminhar. Abomine o clichê de altas repetições com baixos níveis de carga para a definição muscular, já foi ultrapassado.

Comum o objetivo dentro das academias por parte do público feminino: “quero ganhar um pouco mais de Massa Muscular nas coxas e glúteos”.

O segredo? Seus músculos crescem no descanso! A recuperação é individual, objetivamente de 48 a 72 horas após o treino. Um treino de uma hora e meia é muito tempo, principalmente em se tratando de hipertrofia. Os hormônios responsáveis pelo aumento da musculatura atingem seu pico por volta de 20 a 30 minutos de treino intenso. Após uma hora esses níveis caem drasticamente e entram em ação hormônios catabolizadores como o cortisol. Se o objetivo é priorizar uma determinada parte do corpo, priorize no treinamento isso, separe um ou dois treinos na semana somente para essa parte do corpo. Não treine todos os dias o mesmo grupo muscular porque não irá surtir os efeitos desejados de hipertrofia, e conseqüentemente nos níveis de massa magra. Particularmente eu não entendo como se manter 3 horas dentro de uma academia em níveis de estímulo muscular. Quanto de estímulo realmente é dado ao músculo nesse período? Se um treinamento intenso de 30 minutos de anterior de perna eu consigo quase cair nas escadas, como fazer 452 aulas depois de um treino intenso?

Segredo: treine intenso, treine até o limite, treine com vontade. Independente se você começou ontem ou treina há 10 anos. Sou contra ao treino de adaptação que todos fazem quando se matriculam em uma academia, salvo pelo costume da técnica e biomecânica do exercício, respeitando contudo os níveis de condicionamento físico do indivíduo. Existem dois motivos que me fazem ser contra: 1) os estímulos realizados recrutarão fibras de resistência, ao passo que quando a pessoa colocar carga irá sentir as dores da mesma maneira por recrutar fibras de força, apesar das fibras de resistência serem recrutadas em menor grau. 2) É preciso estímulo para iniciar um treinamento, principalmente no início, é preciso tomar gosto pelo novo hábito adquirido. Os maiores índices de desistências nas academias estão nos 3 primeiros meses.

Qualquer técnica de treinamento funciona! Não extrapole os limites da recuperação (limiar catabólico), respeite as relações volume x intensidade no treino; o descanso suficiente e a dieta. Jogo aberto!

Mulheres, não é necessário ter receio de um treino pesado, intenso. Os atletas de culturismo são atletas de ponta como qualquer outro, seguem uma rotina disciplinada de treino, suplementação e uma dieta por vezes restritiva e rigorosa. Inicie com novos focos o treinamento, disciplina e paciência para alcançar os objetivos, você não muda seu corpo da noite para o dia, respeite seu processo, novos hábitos são incluídos aos poucos. A musculação está longe de ser uma prática masculina, foi feita para mulheres com força de caráter e determinação. ;)

Instagram da Rapha: @raphalaus_personal

E-mail: rapha.laus@hotmail.com

Por Lu Valim, em 27 de abril de 2014 – Coluna Nutricional.
Sugestões práticas para impulsionar o sistema de desintoxicação

Colunista: Nutricionista Melissa Santos

Quem nunca teve aquele sentimento de culpa por ter extrapolado na alimentação no final de semana?

Existem algumas estratégias para fazer uma “faxina” no organismo e aí vão algumas sugestões:

  • Comer alimentos orgânicos (evitar o consumo de pesticidas, herbicidas, hormônios e antibióticos)
  • Aumentar o consumo de fibras (leguminosas, cereais integrais,
    frutas, oleaginosas e sementes);
  • Manter o intestino saudavél para reduzir a produção de endotoxinas
  • Beber água filtrada;
  • Consumir 1 xícara de brássicas (brócolis / couve flor / couve de
    bruxelas) diariamente;
  • Consumir vegetais folhosos escuros;
  • Consumir alho;
  • Consumir chá verde pela manhã;
  • Consumir sucos de vegetais frescos (cenoura, gengibre, salsa, etc);
  • Consumir alimentos com alta qualidade de substâncias sulfuradas
    (ovo, alho e cebola);
  • Consumir bioflavonóides das uvas, berry’s e frutas cítricas;
  • Consumir cúrcuma: potente antioxidante e antiinflamatório;
  • Consumir aipo, alecrim.

 

Vamos amenizar o “estrago” da Páscoa e do final de semana, pessoal? :)

Nutricionista: Melissa Santos – CRN 1426

melinutri@gmail.com

(41) 3015-4431 / (41) 3285-3449

Especialista em Nutrição Esportiva, Fisiologia do Exercício, Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia Funcional.

Imagens: Getty Images

 

Por Lu Valim, em 24 de abril de 2014 – Coluna Fitness.
Dicas para deixar o bumbum durinho!

Olá meninas. Sim, essa matéria é exclusiva para nós meninas/mulheres que desejam ter o bumbum durinho (e sem celulite de preferência… rsrs)!

Pensando em uma maneira de como dar dicas a vocês, no mesmo momento convidei a musa fitness Raquel Uzai para participar dessa matéria! Linda, perfeita, dedicada, simpática, carioca, e claro, com o bumbum perfeitinho! :D

A Raquel sempre teve um biotipo magro, mas não tinha o hábito de malhar regularmente e por isso não tinha definição muscular. Hoje o corpo da Raquel, de 30 aninhos, é inspiração para muitas mulheres, principalmente aquelas que a seguem no seu perfil do Instagram (@fitforlife_brasil). A rede social da Quel é um SUCESSO. Hoje com mais de 143 mil seguidores, ela compartilha dicas, receitas, vídeos de treinos e muita motivação! Eu, particularmente, sou fã da Quel e a acompanho desde que criei meu Blog!

Olhem esse incrível “antes e depois” dela:

Pois é, meninas… estão vendo o que a alimentação saudável e a rotina de exercícios físicos nos proporcionam?

Agora vamos ver as dicas que a Quel nos passou! Vamos lá!

Dica 1
Alimentação. Aquela frase ‘A gente é o que a gente come’ é a mais pura verdade. De ao seu corpo alimentos bons, ricos em nutrientes, que te deem energia e que faça bem tanto para o físico quanto para a saúde. Quanto menos embutidos, industrializados, enlatados.. e mais natural, da terra, melhor, mais qualidade. Temos que comer para viver e não viver para comer. Quando nos alimentamos bem, tudo fica bem, disposição, humor, cabelo, pele, qualidade de sono, músculos.. tudo, sua saúde agradece. Alimentação é qualidade de vida e reflete na nossa mente e nosso físico. Evite gorduras ruins, refrigerantes, açúcar e sódio em excesso, procure alimentos orgânicos, integrais, legumes e verduras, carboidratos complexos e proteínas magras e beba sempre muuuita água. Isso fará a diferença na sua saúde e no seu corpo.

Dica 2
Musculação!! Meninas, claro que toda atividade física é super bem-vinda, mas uma coisa é certa, nada deixa o bumbum mais bonito que a musculação (sempre com uma boa alimentação junto!). Ela modela nosso corpo!! Fica tudo durinho, tonificado, lindo!! Meus exercícios preferidos são: Agachamento, agachamento sumô, passada, glúteo no cross over e leg press. Todos supervisionados pelo meu personal Xande Negão. Procurem um profissional e montem um treino específico para vocês, de acordo com sua rotina, necessidade, dificuldade.. (são vários fatores), assim ajudando você a chegar nos seus objetivos. Eu treino perna completa 2x na semana (segunda e quinta) o que acaba pegando um pouco de glúteo também, e sempre descanso nos dias seguintes (terça e sexta) até porque as pernas ficam moídas, mas eu tenho um dia dedicado só para o treino de glúteo (sábado) adoro e tenho visto resultados ótimos assim.

Dica 3
Treino sério. Mantenha sempre o controle do movimento, focando bem nos glúteos. Não faça de qualquer jeito e não tenha pressa de fazer e acabar logo, sinta o exercício, contraia, preste atenção sempre na execução completa e perfeita, sinta o músculo que você está trabalhando. E lembrem-se: de nada adianta encher de peso se não fizer o movimento completo, a execução certa, isso é muito importante no resultado final!!

Dica 4
Descanso. Não se esqueçam que descansar também faz parte do pacote, e é tao importante para o corpo como o treino e a alimentação. É nesse período que renovamos corpo e mente para o dia seguinte. Nosso corpo agradece!! Sabiam que noites mal dormidas te deixam com humor péssimo, afeta atenção e raciocínio, mexe no sistema imunológico e ainda pode alterar sua pressão e fazer mal ao coração! Pois é, por isso descansem e respeitem o limite do seu corpo sempre.

Liiiinda, não? :D

Então, agora é seguir as preciosas dicas da Quel e colocar a foto dela como proteção de tela do computador! Hahaha…

Gostaria de agradecer imensamente à fit girl Raquel pela participação! Tenho certeza que muitas mulheres irão/continuarão se inspirando em você, Quel!

Blog da Raquel: www.fitforlifebrasil.com.br / Instagram: @fitforlife_brasil

“Nunca é tarde demais para ser aquilo que sempre se desejou ser.”

Beijos da Lu :D

Por Lu Valim, em 22 de abril de 2014 – Receitas Fit.
Tapiocas Coloridas

Colunista: Bia Nauiack

Um dia destes fiz uma tapioca rosa que ficou divina, então decidi testar outras cores e sabores… e o melhor: elas tem maior valor nutricional!!!!

TAPIOCAS COLORIDAS

Ingredientes:

  • 4 colheres de sopa de tapioca hidratada;
  • 1 colher de café de farinha de beterraba;
  • 2 colheres de café de farinha de espinafre, eu fiz a minha em casa;
  • 1 colher de sopa de chia;
  • 1 fatia de queijo minas;
  • 1 fatia de queijo prato ou outro de sua preferência;
  • orégano a gosto;
  • sal a gosto, se achar necessário.

 

Preparo:

Para a tapioca rosa:

  • Misture 2 colheres de sopa de tapioca com a farinha de beterraba
  • Espalhe essa massa rosa em uma frigideira antiaderente, espalhe metade da chia e distribua o queijo prato.
  • Cozinhe a massa até que comece levantar a bordinha e solte da frigideira.
  • Dobre a massa.
  • Está pronta sua tapioca rosa!!!!

 

Para a tapioca verdinha:

  • Misture 2 colheres de sopa de tapioca com a farinha de espinafre.
  • Espalhe essa massa verdinha em uma frigideira antiaderente, espalhe a outra metade da chia, distribua o queijo minas e tempere com orégano.
  • Cozinhe a massa até que comece levantar a bordinha e solte da frigideira.
  • Dobre a massa.
  • Está pronta sua tapioca verdinha!!!!

 

Coma as tapiocas quentinhas!
Tome cuidado ao dobrar as massas para que elas não quebrem. Não é preciso untar a frigideira com nenhum tipo de óleo.
As farinhas dão um leve sabor às tapiocas coloridas, então pode combiná-las com os recheios que preferir ou até mesmo com outras farinhas.


A minha mesa de café da manhã ficou super colorida!!!!
Beijos,

Bia . Eat Lean
IG @eatlean
eatlean@hotmail.com

Página 30 de 54« Primeira...1020...2829303132...4050...Última »